quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Saúde - Notícia Importante para as Santas Casas da Região

Publicação: Fabio Duarte

Santas Casas terão dívidas perdoadas e repasse de R$ 1,7 bilhão em 2014

Ministério da Saúde acaba com modelo de remuneração pela tabela do SUS, considerado 'defasado', e trabalhará com contratos de gestão e qualidade
por Redação RBA publicado 31/10/2013 12:54, última modificação 31/10/2013 13:22
0 Comments
MARCELLO CASAL JR./ ABR
Alexandre Padilha
Medidas são fruto de um projeto de lei do governo federal aprovado na semana passada no Congresso
São Paulo – O Ministério da Saúde anunciou hoje (31) novas medidas para fortalecer as as Santas Casas e os hospitais filantrópicos. Entre elas, o perdão de dívidas e o repasse de R$ 1,7 bilhão já em 2014, a partir de um novo modelo de financiamento e gestão de contratos.
“A grande preocupação do Ministério da Saúde é ajudar as Santas Casas a melhorar o atendimento à população. Estamos atuando em duas frentes: uma delas é resolver um problema histórico dessas unidades, que é o acúmulo de dívidas; e a outra é aumentar o incentivo para o atendimento SUS. Quem aderir ao programa terá incentivo em dobro. A proposta é que essas instituições troquem dívidas por ampliação do atendimento SUS”, destacou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.
O Programa de Fortalecimento das Entidades Privadas Filantrópicas e das Sem Fins Lucrativos (Prosus), batizado de Mais Santas Casas, possibilitará o parcelamento da dívida dos serviços com a União.
As dívidas tributárias dessas entidades somam, hoje, cerca de R$ 15 bilhões e poderão ser quitadas em até 15 anos. Todos os 5,6 mil estabelecimentos de saúde que prestam serviços ao SUS poderão aderir ao Prosus, desde que apresentem um plano de estabilidade financeira e aumentem em 5% a oferta de atendimento na rede pública.
Para usar o benefício, o gestor da Santa Casa deve apresentar ao Ministério da Saúde um contrato firmado com o município ou o estado, um programa com a previsão de atendimento adicional e de recuperação financeira das entidades. As dívidas tributárias acumuladas pelas entidades totalizam cerca de R$ 13 bilhões.
“Com as medidas superamos modelo defasado da tabela SUS. Agora temos o modelo de contrato de gestão e qualidade entre Ministério e secretárias da Saúde e hospitais filantrópicos e Santa Casa. A Tabela SUS é um modelo perverso porque apresenta reajustes lineares, trata as Santas Casas diferentes de forma igual. Regiões são diferentes, com características regionais, o modelo de remuneração não pode ser modelo único de remuneração. As Santas Casas vão receber aquilo que o estado e o município mais precisam”, defendeu o ministro.
A pasta também elevou o incentivo pago aos atendimentos de média e alta complexidade, o que vai gerar impacto financeiro de R$ 1,7 bilhão no orçamento do ministério em 2014. Hoje, segundo Padilha, o governo repassa R$ 900 milhões. O incentivo busca ampliar o atendimento e garantir melhor remuneração aos serviços.
As medidas são fruto de um projeto de lei de autoria do governo federal e aprovado na semana passada no Congresso em regime de urgência.
A Lei 12.868 qualifica os processos de concessão e renovação do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas), que é concedido pelo MS às entidades filantrópicas desde 2009.
Além disso, as comunidades terapêuticas que prestam serviços ao SUS poderão receber o certificado e assim obter a isenção das contribuições para a seguridade social. Antes, as comunidades que atendem dependentes químicos não podiam obter o Cebas e as isenções previstas em lei.

Escola Padre Libório Poersh e o Projeto Livro na Escola.

 
E.M.E.F.Pe. Libório Poersch
A Escola Pe. Libório Poersch, realizou no dia 28 de Outubro a 2ª etapa do Projeto Livro na Escola, onde o mesmo tem como título "Minhas Memórias".

Esta é a 3ª edição do projeto, onde os alunos escrevem suas histórias e memórias. Logo após, as professoras de língua portuguesa avaliam e selecionam as redações que são contempladas sendo publicadas no livro. É um trabalho gratificante, pois podemos perceber o desenvolvimento dos nossos alunos e o comprometimento com o projeto.

O livro é apenas um instrumento para uma proposta pedagógica da escola, que é fazer o aluno tomar gosto pela escrita e pela leitura. Os melhores trabalhos serão premiados no final do ano com dois tablets, um para o melhor trabalho das séries iniciais e outro para o das séries finais. 

E neste dia tão importante como o Dia Nacional do Livro, nada melhor que relatar este grande projeto, que esperamos no futuro colher bons frutos
"Muitos homens iniciaram uma nova era na sua vida a partir da leitura de um livro" Henry Thoreau
 
  

Fonte:Email da Escola Padre Libório Poersh.
Por:Paulinho da Mídia.

Escola Padre Libório Poersh no Outubro Rosa.

E.M.E.F.Pe. Libório Poersch
A escola no dia 15 de Outubro, a convite da Secretária Municipal de Saúde, Sra. Janise Montanari Fagundes, participou da caminhada em defesa ao câncer de mama, dentro da programação do Outubro Rosa. Fez-se presente com a Banda Marcial Juvenil.

A escola ressalta a importância dos exames para diagnóstico precoce do câncer de mama, o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres do mundo.
De acordo com o INCA- Instituto Nacional do Câncer- o câncer de mama responde por 22% dos casos novos de câncer a cada ano no Brasil.

Fonte: Email Escola Padre Libório Poersh.
Por:Paulinho da Mídia.

Arroio Grande Fotos da FENAE

Publicação: Fabio Duarte
Fotos: Imprensa Arroio Grande




































quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Jaguarão - Governo do Estado e Prefeitura de Jaguarão assinam convênio para construção de açudes

Publicação: Fabio Duarte




O Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento, Pesca e Cooperativismo (SDR), assinou na sexta-feira (24/10), na Prefeitura de Jaguarão, convênio que visa à execução de ações ao Projeto Irrigando a Agricultura Familiar, no âmbito do Programa de Qualificação da Infraestrutura Rural.

Estiveram presentes no ato de assinatura, o prefeito Cláudio Martins, o coordenador Regional da SDR, Antônio Queiroz Filho, a gerente Regional da Emater/RS-Ascar, Karin Peglow, o secretário municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Antônio Leonel Soares, e os extensionistas locais da Emater/RS-Ascar, Carlos Lopez e Ana Leci Pacheco.

O convênio se destina a construção de nove micro açudes para captação e armazenamento de água, em estabelecimentos de produtores da agricultura familiar. De acordo com projetos já elaborados pela equipe municipal da Emater/RS-Ascar, responsável pela assistência técnica, os recursos - que serão geridos pela Prefeitura de Jaguarão - irão beneficiar boa parte dos agricultores familiares que produzem hortaliças no município. O prefeito Cláudio Martins salientou a responsabilidade da administração na aplicação correta dos recursos, assim como a devida prestação de contas ao Governo do Estado.

O coordenador Regional da SDR, Antônio Queiroz Filho, reforçou que a verba destinada à construção dos açudes não precisa ser devolvida, mas se os projetos não forem realizados a prefeitura deverá pagar o montante recebido. Disse também, que o município de Jaguarão recebeu no atual governo, recursos superiores a R$ 700 mil reais. Para a gerente regional da Emater/RS-Ascar, Karin Peglow, o tema irrigação foi uma demanda surgida ainda em 2012, quando o município foi afetado pela estiagem, e acordo com as prioridades do Fórum da Agricultura Familiar e a Associação dos Municípios da Zona Sul. Conforme Karin, a equipe de extensionistas da Instituição em Jaguarão, vem desempenhando um papel fundamental no cumprimento das metas e compromissos de programas do Governo do Estado.




Fonte: Radio Difusora

Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar – Regional de Pelotas
Jornalista Marco Medronha
msilva@emater.tche.br
(53) 3225-7700

Espanhola é demitida por faltar ao trabalho no dia do próprio despejo


Espanhola é demitida por faltar ao trabalho no dia do próprio despejo


Amaya Muñoz representa o drama da população espanhola frente às políticas de austeridade: sem emprego e sem casa
Publicação: Fabio Duarte



Amaya Muñoz chora nos braços de amigos ao ser despejada de sua casa; operação foi conduzida por 100 policiais


“Você já tem idade suficiente para saber quais são as suas responsabilidades. Atente-se às consequências”. Foi assim que Amaya Muñoz, uma espanhola de 31 anos, soube de sua chefe que estava sendo demitida. A razão foi explicada pela seção de Recursos Humanos da empresa de marketing na qual trabalhava: havia faltado 20% das jornadas em dois meses consecutivos.

Ausências para acompanhar o próprio despejo do apartamento por não ter conseguido pagar a parcela mensal de 600 euros. Depois de acompanhar mais de 100 policiais espanhóis tirarem suas coisas à força, a jovem obteve licença médica do trabalho por questões psicológicas.

Amaya voltou ao emprego ainda em setembro e tudo seguiu normalmente até esta sexta-feira (25/10), quando obteve a inesperada notícia. Meia hora antes do final de seu turno, ela recebeu um telefonema do departamento de Recursos Humanos. “Pensei que iríamos falar sobre as horas extras que eu tinha me oferecido a fazer”, conta ela.

“Não tem sentido que me despeçam por faltas justificadas”, acrescenta. Mas a nova legislação trabalhista espanhola, aprovada no ano passado como parte do programa de austeridade contra a crise econômica, embasa a decisão da empresa. Foi a mesma reforma que amedrontou tanto a marroquina Latifa que com medo de perder seu emprego por faltas, deixou de ir ao médico e morreu, em março de 2012, de pneumonia.

Tanto Latifa quanto Amaya eram empregadas da Konecta, uma teleoperadora com cerca de 700 funcionários, em sua grande maioria mulheres, com salário médio de 900 euros mensais e extensos turnos. O grupo faturou 307 milhões de euros em 2012, segundo dados oficiais.

Drama de muitos

Vítima da crise, da precarização do trabalho, do despejo e das políticas do governo, sua história se tornou um símbolo do drama de milhares de espanhóis. A jovem sofreu os dois golpes mais duros que assolam a população: perder a casa e o emprego; não importa em que ordem. Amaya é apenas mais uma dos 6 milhões de desempregados no país e dos 420 mil que não conseguiram pagar as prestações de seus imóveis.

Em um ano de atraso da mensalidade de sua casa, Amaya acumulou uma divida de 8 mil euros.

Leia mais: Após onda de suicídios, governo espanhol repensa política de despejos

Reprodução | Twitter
Em sua solidariedade e para sua readmissão na empresa, foi convocado um protesto nesta terça e dezenas de internautas enviam mensagens rechaçando a Konecta nas redes sociais. O ato foi chamado também pelo Twitter da PAH (Plataforma dos Afetados pela Hipoteca, na sigla em espanhol), considerado o principal movimento social contra os despejos no país.

Na Espanha, o preço das casas aumentou de 326 euros o metro quadrado, em dezembro de 1985, para 2,9 mil em dezembro de 2007. Além do aumento vertiginoso, o desemprego no país cresceu, levando milhares de pessoas a se tornarem devedoras de bancos.

Calcula-se que cerca de 350 mil execuções hipotecárias foram concluídas desde o início da crise imobiliária no país. Atualmente, estarão em curso outras 200 mil ações que poderão levar ao despejo de famílias inteiras. Estima-se, em média, que as autoridades espanholas executam 500 despejos a cada dia.

(Em solidariedade à Amaya e por sua readmissão, dezenas participam de protesto nesta terça)

Enquanto o número de pessoas sem moradia aumenta, cresce também o número de residências vazias pelo país. Segundo dados oficiais, existem 3,4 milhões de casas inabitadas, entre as quais cerca de 25% são edifícios construídos nos últimos dez anos em pleno boom da construção imobiliária da Espanha.

Resistências

Depois de ajudar a jovem, a PAH encaminhou seu caso para a CGT (Confederação Geral do Trabalho da Espanha). A partir do contato com o sindicato, Amaya disse que irá entrar na justiça contra sua demissão. “Quero denunciar para encorajar outras pessoas que trabalham na empresa ou em outras em situação semelhante a minha”, disse ela. “Não é justo ser despedida por este motivo, independentemente o que diga a reforma trabalhista”.

Mentira, Omissão " A GENTE VÊ AQUI

Publicação: Fabio Duarte


Globo omite vitória de Dilma nas pesquisas e reforça passado sombrio.


Saíram ontem os números da nova pesquisa do Ibope para as intenções de voto às eleições de 2014. De acordo com o resultado, Dilma Rousseff, candidata do PT, venceria as eleições no primeiro turno em todos os quatro cenários pesquisados pelo instituto.

O fato é que o resultado da pesquisa não ganhou nem 30 segundos no “Jornal Nacional” desta quinta-feira (24). Só foi divulgado no “Jornal das 10”, da Globo News, onde o número de telespectadores é infinitamente menor.

O motivo é o mesmo de sempre: a emissora insiste destacar sua histórica posição política, privilegiando esse ou aquele personagem político e, por conta disso, comete um grave crime contra o jornalismo e a ética que ele cobre. Mas, sobretudo, comete um crime contra seus telespectadores.

O paradoxo disso tudo é que, muito embora causem admiração, essas atitudes refletem exatamente o que a Globo fez nas últimas décadas, escondendo protestos pela transparência em nossa política, escondendo alguns políticos... Nos arquivos do “Jornal Nacional” não contém a Ditadura Militar, para se ter uma ideia melhor.

Já critiquei nesse espaço o fato da Globo expor sua posição política. Então reproduzo:

Emissora de TV é concessão pública: interesses particulares devem ficar em segundo plano. Mais do que isso, estamos assistindo somente a comprovação de que a Globo não mudou. O tempo não tem o poder de apagar a história.

Consequências:

Em 12 anos, o “Jornal Nacional” perdeu 33% de sua audiência, enquanto o “Fantástico”, nos últimos 10 anos, viu quase metade do seu público deixar de te assistir.


FONTE:
http://natelinha.ne10.uol.com.br/colunas/2013/10/25/globo-omite-vitoria-de-dilma-nas-pesquisas-e-reforca-passado-sombrio-67505.php


Hoje, Quarta 30/10/13 TEM O 2° SEMINÁRIO DA BACIA LEITEIRA E O 1° ENCONTRO DE SECRETÁRIOS DE AGRICULTURA DA AZONASUL, EM HERVAL


A Secretaria de Agropecuária e Desenvolvimento, através do Secretário Fernando Silveira, convida para o 2º Seminário da Bacia Leiteira e 1º Encontro de Secretários de Agricultura da AZONASUL, conforme segue:

DATA: 30/10/2013 (quarta-feira)
SOLENIDADE DE ABERTURA: 8h
LOCAL: CTG Minuano.


Informações na sede da Secretariada ou pelo telefone (53) 3267 1411


Sua presença é muito importante para o sucesso desse evento!

Duquesinha do Clube Comercial de Herval 2013/2014 Mell Avila de Souza.

Mell Ávila de Souza.
Essa princesinha, quero dizer duquesinha ,é filha do Fábio, vigia do Banrisul de Herval.
Por:Paulinho da Mídia.

Noticias da Escola Padre Libório Poersh ( xadrez)

E.M.E.F. Padre Libório Poersch
A equipe de xadrez da Escola Pe. Libório Poersch, coordenada pelo professor Marcos Hammes, participou no dia 24 de Outubro do Torneio Estadual de Xadrez promovido pela Escola Mário Quintana na cidade de Pelotas.
 Os alunos Ricky Botelho, Wallace Maciel, Gabriel Afonso, Bruno Silveira, José Eliel Lopes, Cassandra Souza e Sabrina Alvarez demonstraram bastante empenho e concentração durante as partidas, adquirindo assim, novos conhecimentos necessários para a evolução técnica dentro do esporte.
A Escola parabeniza a equipe pela participação e dedicação e que isto possa servir de incentivo para que outros alunos venham participar deste esporte.



Fonte:Email da escola Padre Libório Poersh.
Postado por:Paulinho da Mídia