sábado, 29 de agosto de 2015

Cultura - Expansão Portuguesa no Brasil



Marechal de Pombal incentivou os soldados Português a terem filho(a)s com nativas e negras, cada soldado que tivesse um filho receberia aumento em seu soldo( espécie de salário). O Objetivo da miscigenação era de povoar o Brasil evitando invasões espanholas. Nota: durante a Idade Média havia um pensando que o Europeu Cristão era o Humano, o restante era o outro.

Nessa Tela a Mãe Negra agradece a  Deus  por sua Filha de pele mais escura ter casado com um Homem Branco e sua Neta ter a pele branca.


Abaixo texto complementar

A tela faz alusão às pinturas da sagrada família, com elementos mundanos, típicas do barroco espanhol. Ao centro a mãe com seu filho no colo, com olhar e gestual que remetem às representações sacras de Nossa Senhora com o Menino Jesus (significativos os elementos que fazem alusão aos trópicos, como as folhas de Palmeira sobre a avó e a laranja na mão da criança). Neste caso, a mãe é uma negra e a criança tem a pele mais clara. O pai, branco, descansa ao lado com olhar prasenteiro, expressão de satisfação. A avó materna, de pele mais escura que a mãe, levanta as mãos para o céu, agradecendo o embranquecimento do tom de pele de geração em geração.

A “redenção de Cam” é retratada, na tela, como fruto do embranquecimento. O título da obra é também significativo. Os africanos são tratados como “filhos de Cam”, por meio de uma “leitura capciosa de uma ambígua passagem bíblica (Gênesis IX, 24-25)” (Faloppa, 2000, p. 84, tradução nossa). Os filhos de Noé, após o dilúvio, receberam como missão povoar as diversas regiões do mundo. Cam, o filho renegado por haver observado a nudez de Noé, foi povoar a África, e por causa disso os habitantes do continente foram considerados, pelos europeus, o povo amaldiçoado. Este foi um desvio de leitura utilizado como justificativa à escravidão. Em verdade, o amaldiçoado por Noé foi Canaã, o único, entre os filhos de Cam, que não foi povoar a África, mas uma região da atual Palestina.

O final dos Oitocentos foi momento de formulação de tais idéias, que travaram batalha contra os adeptos do racismo científico europeu, que consideravam a miscigenação como degeneração. O ideário de embranquecimento ganhou divulgação e vigor nos novecentos,vinculados à concepção do Brasil como “cadinho das raças” e locus da democracia racial.”

Fonte: http://www.ibamendes.com/2011/01/doutrina-do-branqueamento.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA PARTE DO BLOG, COMENTE, DÊ SUA OPINÃO.