quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Documentário - As Eternas Escravas

Por:Fabio Duarte

As Eternas Escravas



Reportagem vencedora do 60º Prêmio Esso (ExxonMobil) de Telejornalismo e do 32º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo. Nesta semana, a atração de Domingos Meirelles foi condecorada com o Prêmio Rei da Espanha, com a reportagem “As Eternas Escravas”, eleita por um juri por unanimidade. A mesma matéria já havia vencido, no ano passado, o Prêmio ExxonMobil (Prêmio Esso) de Telejornalismo e o 32º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo.
O “Repórter Record Investigação” mostrou um escândalo no Estado de Goiás que revela uma das faces mais cruéis da humanidade: a escravidão de crianças negras e pobres. Durantes dois meses, os repórteres Lúcio Sturm, Gustavo Costa e Marcelo Magalhães levantaram documentos e investigaram crimes bárbaros: meninas são amarradas, torturadas e transformadas em servas domésticas e sexuais. Por uma ironia do destino, as vítimas são justamente descendentes de escravos. Elas vivem no quilombo Kalunga - onde, há 200 anos, seus antepassados buscavam refúgio e liberdade. A região fica próxima a Brasília – o centro do poder político brasileiro. As vítimas têm entre 9 e 14 anos de idade e foram abusadas de todas as formas por famílias brancas que deveriam protegê-las. As denúncias incluem também “leilões” de menores virgens por 100 reais. Os acusados são políticos e pessoas ricas de Cavalcante, uma cidade vizinha ao quilombo Kalunga. O programa mostra também uma entrevista exclusiva com um homem condenado por violentar uma criança quilombola de apenas 9 anos. Depois da reportagem, foi aberta uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás para apurar os casos. Além disso, a Secretária de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República cobrou da Justiça daquele Estado providências imediatas para punição dos culpados. Hoje, essas comunidades isoladas clamam por socorro e justiça. 127 anos depois da abolição da escravatura, nossos repórteres mostram que a escravidão no Brasil não acabou.

Endereço para Assistir:  https://vimeo.com/143797713



 Fabio Duarte da Cunha   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA PARTE DO BLOG, COMENTE, DÊ SUA OPINÃO.