sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

GETÚLIO DORNELES FERNANDES DA SILVA, UM HERVALENSE DE DESTAQUE LITERÁRIO.





Getúlio Dorneles Fernandes da Silva, patrono da primeira feira do livro de Herval, muito cedo mostrou sua tendência às letras. Com 15 anos teve sua primeira publicação no jornal A Hora de Porto Alegre (atual Zero Hora).
Getúlio, com o prefeito Ildo, Tânia e Lelê Marques.


Em Herval, foi correspondente do Diário de Notícias e Correio do Povo de Porto Alegre, Diário Popular de Pelotas, A Folha, de Jaguarão, também, das rádios Rio Branco do Uruguai e Difusora de Bagé. Desde jovem escreveu poemas, somente publicando em 1972 no Correio do Povo. A partir da década de 85, dedica-se a elaboração de textos/artigos para jornais da capital (principalmente Jornal do Comércio); do interior, Dário da Manhã de Pelotas e outros, boletins de Entidades e revista da Organização Latino Americana de Administração. Publicou os livros “Para Onde Vamos” , “Entre Cerros e Coxilhas do Herval” e “50 Anos da Fundação Banrisul - Uma História para Contar”, este em conjunto com alunos da Oficina Literária do Prof. Alcy Cheuiche. Tem dois sonetos publicados no livro de bolso “Versos Diversos” do Grêmio Literário Castro Alves. É colunista permanente do Jornal O Herval desde a segunda edição.

Getúlio no programa do Dorotéo Fagundes na Rádio Gaúcha no dia do almoço dos hervalenses.












Que honra maior poderá desejar um hervalense que há trinta pesquisa sobre o Herval?


Getúlio,
também é membro da Academia Maçônica de Letras Sul-riograndense.



Texto: Getúlio Silva.

Postagem:Paulinho da Mídia,o Javali do Herval.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA PARTE DO BLOG, COMENTE, DÊ SUA OPINÃO.