sábado, 16 de abril de 2016

Nova estratégia de Prevenção e Combate a Dengue em Herval.

Redator(a): Fernanda de Freitas


Seguindo o cronograma de reuniões mensais, os agentes da saúde da cidade e do interior do programa Estratégia da Saúde da Família (ESF), agentes de endemia juntamente com as coordenadoras da Vigilância de Saúde e dos Agentes da ESF a bióloga Vanessa Dutra, e Raquel Pereira e Secretário de Saúde Dioner Azambuja participaram de uma capacitação com os Agentes de Endemia da 3ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) Enilton Barbosa Mendonça e Alerte Garcia de Farias.
A capacitação é uma forma de atualizar os agentes de saúde da família que por determinação do Ministério da Saúde estão dividindo o seu tempo em 50% para Estratégia da Família e outros 50% como Agentes de Endemia para combate e prevenção ao Aedes Aegypti, transmissor do vírus da Dengue, Zika e Chicungunya. O período estabelecido para cobertura total, apenas para a zona urbana é até 30 de junho, divido em quatro ciclos, iniciado em 29 de fevereiro deste ano. Cabe salientar que não existe vacina ou remédio específico para a Dengue.

Os agentes da 3ª CRS ministraram uma palestra pautada nas competências da vigilância ambiental, com foco na prevenção, orientação e combate ao mosquito aedes aegypti, explicando sobre suas as diferenças e funções dos agentes de endemia, “é função dos agentes de endemia trabalhar no controle do inseto transmissor, orientar a população, pesquisar pontos estratégicos, como borracharias, ferros-velho e cemitérios, utilizar armadilhas, buscar criadouros entre outras funções” explicou o palestrante.
Na visão do Secretário Dioner Azambuja o município de Herval pode comemorar que não existe infestação e que todas as ações estabelecidas pelo Ministério estão sendo realizadas no sentido de prevenção “Nós estamos cumprindo nossa parte, e temos 100% de cobertura urbana conforme previsto pela 3ª CRS, deixando claro que a cobertura exigida é somente na zona urbana, e para que consigamos cumprir os ciclos, vamos fazer um remanejamento entre os agentes de saúde da família” complementa o Secretário Dioner.

A próxima etapa será a organização de um mutirão para conseguir realizar todas as visitas de prevenção, a proposta inicial é que sejam duas sextas e um sábado, como uma estratégia de encontrar todas as pessoas em casa. Lembrando que essa luta contra a dengue e outros vírus é de todos, e a colaboração da comunidade é muito importante.
Fonte: Internet.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA PARTE DO BLOG, COMENTE, DÊ SUA OPINÃO.