quarta-feira, 6 de julho de 2016

A CRITICA VISUAL, NÃO FALA MAS SE NOTA.

Seria demostrar força de vontade ou fracasso ? Seria demostrar que é um serviço digno ? Ou admitir decadência? Seria admitir que caiu na realidade ou que deu uma pausa no sonho ? Ou que para dar uns passos para frente tem que dar uma recuada estratégica? Admitir que tem uma família dependente por trás ? Ou que teve que deixar um pouco o orgulho de lado? 
Por cinco dias trabalhei em uma obra de servente de pedreiro, foi a mesma coisa que voltar as origens, pois trabalhei nisso há 21 anos, pois de 1996 a 2013 trabalhei de balconista de auto peças (17 anos) pedi para sair para montar meu próprio negócio, minha lojinha que ainda existe mas o movimento está fraco enfim, ultimamente esse blog tem sido fundamental para minhas contas do dia a dia, mas chega um ponto que precisamos de um complemento, se enquadrou ganhar uns pilas e atraquei de servente de pedreiro semana passada, eu sabia que seriam poucos dias e paguei. O que notei foi olhares que variavam entre piedade, desdenho e de decepção, menos o olhar que eu queria ver, de admiração, pois eu não estava prejudicando ninguém, nem cometendo nenhum crime, apenas estava com a roupa suja como um trabalhador braçal. 
 O serviço foi puxado, quebrar concreto (lage) com marreta e pulsão, picareta, fazer massa na betorneira (pelo menos tinha o que facilita muito o serviço, usei muito a poli corte, usei luvas, capacete, oculos de proteção, protetor de ouvidos. Chegava em casa morto, num desses dias mal tomei um banho e fui para a sessão da câmara de vereadores, afinal o blog não pode parar, em todos os dias que trabalhei na obra, também publiquei matérias no blog, e mantive em dia, os seguidores do blog não podem ficar sem informações e noticias da Sentinela da Fronteira. Essa volta ao passado serviu para repensar na minha vida, que não posso desistir dos meus sonhos e valorizar quem trabalha nessa função de construção civil, meu pai e pedreiro (Robério).  Servente ganha pouco e se rala muito !!!
 Se o blog fosse mais valorizado eu poderia viver só dele, mas é uma luta para conquistar mais apoiadores que me paguem míseros  R$20,00, valorizo os que tenho e é difícil conquistar mais. 
 Então quando me vires bem arrumadinho, não diga olha o vagabundo, pois sei o que é pagar no pesado, já peguei e poderei pegar de novo, embora seria uma hiprocrisia de minha parte dizer que é bom, mas nem sempre o bom é o melhor no momento. 
 Estamos vivendo uma época de crise jamais vista, a maioria está patinando e correndo atrás da máquina, desde que esteja ganhando seu dinheiro honestamente, isso que importa.
Por: Paulinho da Mídia, o Javali do Herval

Um comentário:

  1. Não dá bola para a maldade alheia, pelo menos tu não te micha para as adversidades e enfrenta as dificuldades dignamente. Todo o trabalho é digno. Feio é ficar sentado na frente de casa todo o dia, tomando mate e cuidando da vida alheia sem produzir nada de útil...

    ResponderExcluir

FAÇA PARTE DO BLOG, COMENTE, DÊ SUA OPINÃO.