sexta-feira, 23 de setembro de 2016

VOTO CONSCIENTE.

Por Valmor Bolan , Doutor em Sociologia

Com a proximidade das eleições, é preciso que estejamos atentos aos candidatos ao Executivo e Legislativo municipais, para escolhas que representem o melhor das possibilidades, com os critérios da competência, do comprometimento com o bem comum, da experiência e capacidade de gestão e articulação, e, acima de tudo, da ética. Nesse sentido, a Operação Lava Jato certamente já deu uma importante contribuição, no aspecto moral, pois muitos políticos realmente vão pensar muito mais no que fazem, e buscar fazer direito as coisas, para evitar os constrangimentos que temos visto, inclusive a política se transformar em caso policial, por causa dos abusos cometidos por quem exerceu altas funções públicas.
Por isso que é preciso avaliar cada candidato, seu passado, sua história de vida, seus compromissos, sua capacidade de realização e sua coerência de vida. O voto, portanto, é um especial meio de exercício da cidadania; pois quando votamos escolhemos aqueles que irão tomar decisões, pagos com recursos públicos. Daí a nossa responsabilidade em votar certo, com os critérios adequados, para que possamos ter efetivamente bons representantes.
Temos hoje uma oportunidade de aprimorar a nossa democracia com o voto consciente, pois só assim evitaremos os aventureiros ou ´´raposas velhas`` que, infelizmente, se aproveitaram da boa-fé do povo para ocupar postos na gestão pública, não em vista do bem comum, mas apenas por interesses próprios. Por isso é muito importante que cada um destine seu voto após analisar cada candidato, e, com discernimento, decidir por aqueles que realmente estão dispostos a trabalhar pelo bem de todos. Que prevaleça, portanto, nestas eleições, o voto consciente.
Matéria do Diário Popular 27/09/16
Fonte: Diário Popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA PARTE DO BLOG, COMENTE, DÊ SUA OPINÃO.