sexta-feira, 31 de março de 2017

CAMINHÃO DE HERVAL ACIDENTA-SE EM ARROIO GRANDE.

Acidente – Caminhão derrubou o pórtico de entrada do Parque Guilhermino Dutra, em Arroio Grande.

A imagem pode conter: 1 pessoa

Na foto, Cristiano Martins (TÂNO)

acidente envolvendo um caminhão baú ocorreu na manhã desta sexta-feira, 31 de março de 2017, no Parque Guilhermino Dutra, em Arroio Grande.
O motorista (Tâno, filho do finado Amado Martins) tentou entrar pelo pórtico e não percebeu que a altura de seu caminhão era maior que a construção.
Segundo informações, o veículo vinha de Herval para o encontro que ocorre no Acampamento Farroupilha na manhã desta sexta e errou o endereço.
Os ocupantes foram encaminhados para atendimento e passam bem.
Fotos: Tiago Vieira Saraiva

Arroio Grande - Acidente

Fabio Duarte.


Segundo informações que foi me passado um caminhão que vinha de Herval trazendo pequenos agricultores não calculou corretamento o espaço e acabou se chocando contra arco do Sindicato Rural. Ainda segundo informações dois feridos estavam na Santa Casa de Arroio Grande com ferimentos leves.


Grupo de Gestantes tem seu primeiro encontro em Herval.

Uma parceria entre a Secretaria de Assistência Social, o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e Secretaria de Saúde proporcionou para as futuras mamães a criação do primeiro Grupo de Gestantes de 2017. A abertura foi realizada nessa quinta-feira (30) no auditório do prédio do CRAS/Casa das Oficinas.
A secretária de Assistência Social, Rosane Wilhelnsen, participou da abertura e desejou boas-vindas as mamães. “Essa é uma fase muito importante na vida da mulher e queremos proporcionar aqui o melhor para a mãe e também para o bebê”, declarou Rosane. A secretária lembrou que o grupo já existia anteriormente, porém era voltado apenas para a área da saúde da criança e da gestante. “Agora nós iremos trocar ideias, experiências e teremos muitos encontros para tratar de diversos temas que preocupam nesse período”, finalizou Rosane.
As cinco gestantes que estavam no primeiro encontro puderam participar de uma dinâmica em grupo oferecida pela psicóloga do Município, Luciane Santos, onde tiveram a oportunidade de oferecer massagens nas outras. Segundo Luciane, essa proposta é para conhecer melhor onde podem surgir dores e incômodos no corpo da mulher durante o período gestacional.
As futuras mamães também participaram de uma roda de conversa com a enfermeira Barbara Velasquez sobre a importância do Pré-Natal, que é o acompanhamento médico durante toda a gravidez, a fim de manter a integridade das condições de saúde da mãe e do bebê. A enfermeira deu dicas de cuidados que devem ser tomados nesse período, sobre as vacinas, como a Hepatite B e a antitetânica, e também sobre os tabus que são inventados. As gestantes trocaram experiências sobre os sintomas que sentiram nos primeiros meses, como enjoos e azia, e de como foi a descoberta da gravidez.
A mamãe de primeira viagem, Josiele Añaña, conta que gostou bastante do primeiro encontro. Já com 32 semanas, Josiele espera Luiza e acredita o grupo será muito importante para ela e as outras mamães, pois sempre vai ter informações que ainda desconhecem e também é possível fazer trocas com as outras gestantes do grupo.
O próximo encontro será no dia 13 de abril, às 9h, no CRAS/Casa das Oficinas. O Grupo ainda tem vagas abertas e as mamães que ainda quiserem participar podem comparecer no dia do encontro e realizar a inscrição. É preciso estar portando a Carteira de Identidade e o CPF. É necessário que as gestantes estejam cadastradas no Programa de Pré-Natal na Unidade Básica de Saúde.
IMG_0024
O Grupo de Gestantes é um projeto das Secretarias Municipais de Assistência Social e Saúde, juntamente com o Centro de Referência em Assistência Social e financiado com os recursos do CRAS, do serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

Alternativas para produção leiteira em Herval viram pauta em rede nacional.



Nesta segunda-feira, 27, o agricultor e produtor de leite Vilson Borges Freitas da Rosa do Assentamento São Virgílio, recebeu a equipe da EMATER e da EMBRAPA para uma “TARDE de CAMPO”, na ocasião foi gravada uma reportagem que será exibida em rede nacional sobre a produção de mudas de capim elefante anão, variedade BRS Curumi e utilização desta no melhoramento de campo nativo. Na ocasião estiveram presentes de técnicos da EMATER e EMBRAPA, produtores de leite do município, produtores assentados da Reforma Agrária e autoridades locais.
Segundo Cristian Vergara técnico da Emater, a equipe da Emater foi procurada pelo agricultor há dois anos, e que seu Vilson estava desanimado quase entregado o lote, pois estava com a propriedade falida. A equipe avaliou a propriedade e elaborou um projeto que incluía o sistema de pastoreio racional Voizin – divisão das pastagens em piquetes, tendo como insumo principal a energia solar. Enquanto um dos piquetes está em uso, os outros ficam em descanso, favorecendo assim a fotossíntese, através do acúmulo das reservas tanto energéticas quanto proteicas nas raízes das plantas. Isso tudo sem custos, já que o problema do agricultor era a falta de dinheiro para manter a propriedade.
IMG-20170328-WA0035
Pensando em melhorar ainda mais a qualidade da produção, o Capim Elefante Anão, produto lançado pela Embrapa há dois anos, foi uma das alternativas encontradas pela Emater para auxiliar seu Vilson. Capim que se destaca pelo volume, períodos entre safras, mantendo sempre o gado alimentado. Atualmente cada vaca leiteira produz oito litros de leite por dia, uma quantidade pequena, mas se colocar que a produção tem custo zero é um grande avanço na produção. E hoje seu Vilson não pensa mais em desistir.
A reportagem teve foco na questão da implementação do Capim Elefante Anão, e foi gravada para o programa Dia de Campo na TV da Embrapa, exibida em diversos canais brasileiros, públicos e de caráter educativo, ainda não há previsão da divulgação. Segundo Cristian seu Vilson é um grande exemplo para o Brasil que o trabalho em conjunto pode dar certo e isso só é possível quando o município, cooperativas, associações, secretarias e comunidade estão envolvidos nesse processo. A ideia é que outros produtores incentivados pelo crescimento de seu Vilson aproveitem e utilizem os recursos naturais disponíveis, o que gera um custo zero e pode de fato melhorar e dar um novo sentido a produção leiteira no município, que hoje é uma grande referência por sua bacia leiteira.
Fonte: Site  Prefeitura de Herval.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Votação da PEC 395

Fabio Duarte

O projeto PEC 395 permitiria que as Universidade Públicas cobrassem pelos cursos de Pós Graduação.

VEJAM COMO VOTARAM OS NOSSOS DEPUTADOS DO RGS


http://www.camara.leg.br/internet/votacao/mostraVotacao.asp?ideVotacao=7448&numLegislatura=55&codCasa=1&numSessaoLegislativa=3&indTipoSessaoLegislativa=O&numSessao=53&indTipoSessao=E&tipo=uf

TRE-RS E A DECISÃO SOBRE A CASSAÇÃO DO ATUAL PREFEITO DE ARROIO GRANDE,LUIS HENRIQUE E O DR IVAN.


Fonte:Lo Pumo & Stockinger Advogados
No início da noite desta terça-feira, 28 de março de 2017, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul julgou recurso interposto pelo atual Prefeito de Arroio Grande (Luis Henrique Pereira da Silva) e seu vice (Ivan Antônio Guevara Lopez), contra decisão que cassou suas candidaturas no pleito de 2016.

Em 22 de novembro de 2016, o Juiz da 92ª Zona Eleitoral cassou o registro de candidatura de Luis Henrique e Ivan Lopez em Ação de Investigação Judicial Eleitoral movida pelo Ministério Público para apurar a suposta compra de apoio político de um candidato a vereador de Coligação adversária. Naquela oportunidade, o magistrado entendeu que os candidatos haviam incorrido em abuso de poder político e econômico.

O caso foi levado à análise do TRE-RS, que começou o julgamento no último dia 09/03. Naquela oportunidade, após o voto do Dr. Jamil Bannura, relator do caso, o Desembargador Carlos Cini Marchionatti abriu divergência sustentando que não haviam provas de que as acusações fossem verdadeiras, e que a vontade soberana dos eleitores deveria ser preservada. Houve pedido de vista pelo Juiz Luciano Losekann e o processo voltou à pauta nesta terça-feira, quando os demais julgadores proferiram seus votos.

Por 5 votos a 1, o TRE entendeu não ter havido abuso de poder.

Desta forma, o Tribunal julgou improcedente a acusação, mantendo Luiz Henrique e Ivan nos cargos de Prefeito e Vice, respectivamente, bem como, o vereador Sidney Bretanha.

Fonte: Site Rádio Difusora.
Postagem:Paulinho da Mídia, o Javali do Herval.

quarta-feira, 29 de março de 2017

Nesta quarta (29) não haverá atendimento Médico na Sec. de Assistência Social em Herval.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que não haverá atendimento médico eletivo amanhã dia 29/03/2017 junto ao prédio da Assistência Social devido o médico da equipe de ESF que faz os atendimentos estar em férias. Os trabalhos serão retomados normalmente na próxima semana. Novas alterações serão comunicadas por meio do site e página do facebook do município.
Fonte:Site da Prefeitura  de Herval.
Resultado de imagem para saúde publica

PREFEITO DE HERVAL RECEBE COMITIVA DA FRANÇA.

IMG_0010
Na terça-feira, 28, o Prefeito Rubem Wilhelnsen recebeu em seu Gabinete uma comitiva Francesa da Associação Soleil, o casal Bernard e Francine Pelé e Christophe Fernandes, ambos do município Le Genest Saint Isle, um município com 19km² de área territorial. A comitiva veio acompanhada por Vera Gonçalves e João Dias do movimento MST que estão recepcionando os visitantes no assentamento da reforma agrária Tamoios. A visita se deu em função de apresentar a Associação e estabelecer uma relação mais próxima com o poder executivo, já que a Associação tem como objetivo o intercâmbio entre os países e um melhor relacionamento, estreitando laços e promovendo a troca cultural.
Segundo Christophe Fernandes que já domina bem o idioma português, a associação atua no município há vários anos, desde 2001, interferindo em todas as áreas, um dos exemplos citados, foi a participação da Soleil na criação da queijaria no Assentamento Glória, as trocas de correspondências entre alunos brasileiros e franceses e o subsidio para as viagens de brasileiros a França e franceses ao Brasil.
Vera Gonçalves expôs algumas dificuldades para o Prefeito, como a questão da falta de apoio a este tipo de projeto, também citou as diferenças no quesito estradas. Segundo ela os municípios franceses são muito pequenos, parecidos com o nosso em proporções menores, porém possuem uma forma de organização muito distinta.
– Uma grande diferença é o apoio para o fortalecimento de laços, em todos esses anos, nunca conseguimos intercambiar nossos alunos com subsídios nossos, os brasileiros que foram, foram custeados pela Soleil, relata Vera.
O Prefeito Rubem interessado em estreitar os laços e apoiar este grande projeto, visando também o desenvolvimento do setor agrícola-agrário através do conhecimento questionou os visitantes sobre as possibilidades das trocas e como o município pode interferir nesse processo e contribuir para o fortalecimento de laços entre os Países.  Na oportunidade citou a questão da reciclagem de lixo e reaproveitamento dos orgânicos, questão muito evoluída nos municípios franceses e foi convidado pela comitiva a conhecer de perto o trabalho desenvolvido no município de Le Genest Saint Isle.
– É um projeto muito interessante e acredito nesta proposta de intercâmbio, acho que seria uma ótima ideia visitar a França e ver de perto o processo de reciclagem, bem como as questões agrárias que podem e muito auxiliar nosso município. São municípios muito pequenos pelo o que entendi diferença que eles sentem quando vem ao município de Herval que possui 1.757,83 km² de área territorial. Mas vamos batalhar para melhorar essa relação e trazer frutos para reverberar em nossa comunidade, expressou com contentamento o Prefeito.
Fonte: Site Prefeitura de Herval.

terça-feira, 28 de março de 2017

Inauguração do Ifsul Câmpus Jaguarão

Fabio Duarte



Vergonha com dinheiro público

Fabio Duarte
Com base em levantamento do Ministério Público de Contas (MPC), no ano passado as Câmaras de Vereadores de 476 cidades gaúchas custaram, juntas, aos cofres públicos mais de R$ 900 milhões. Só em diárias, foram R$ 14 milhões, revelou reportagem divulgada nesta segunda-feira pelo RBS Noticias.
O estudo aponta o ranking de gastos com diárias. No Legislativo de São Gabriel, foram consumidos R$ 264 mil – um vereador chega a receber um salário mínimo e meio para participar de um curso de quatro dias em Porto Alegre.
Ao pesquisar no site do Tribunal de Contas, a reportagem descobriu casos de parlamentares não reeleitos que fizeram cursos depois da eleição, mesmo sabendo que o mandato terminaria em poucas semanas. Caio Rocha (PP), por exemplo, recebeu R$ 1,4 mil para frequentar um simpósio em novembro na capital gaúcha.
“Não sou (candidato) agora (em 2016), mas posso ser na próxima (eleição)“, defende-se o vereador, que não quis revelar o que aprendeu no curso.
Mesma situação da vereadora não reeleita Sandra Xarão (PT), que recebeu igual valor em diárias para participar do seminário. Por telefone, inicialmente ela disse que teria devolvido o dinheiro, sem participar do simpósio. Depois, enviou mensagem admitindo ter feito o curso para buscar informações sobre projetos que tramitavam na Câmara.
No topo dos gastos com diárias também estão as Câmaras de São Borja, Pelotas, Santo Ângelo, Rosário do Sul, Cidreira, Rio Grande, Charqueadas, Arroio Grande e Carazinho. Para o procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Geraldo da Camino, os cidadãos devem acompanhar mais de perto a preparação do orçamento das Câmaras, podendo evitar gastos excessivos.
“Esses gastos ocorrem porque a população não se atenta à fiscalização da execução do orçamento. O controle social é o mais importante e o mais legítimo”, afirma Da Camino.
O presidente da União dos Vereadores do RS (Uvergs), Silomar Garcia, também afirma que cidadãos não costumam participar das audiências públicas para discutir os gastos. Abertos à população, os encontros geralmente são realizados em março e dezembro.
“Sabemos que existe discrepância, distorção dos valores, mas a comunidade também é culpada. A Lei de Responsabilidade Fiscal prevê audiências públicas para debater a discussão do orçamento, a elaboração do orçamento, e a comunidade não comparece”, diz Garcia.
A discussão do orçamento ajuda a evitar distorções. Em Triunfo, com nove vereadores e uma sessão por semana, a Câmara custou R$ 9,7 milhões no ano passado, a maior parte com CCs. É mais que o total de gastos do hospital da cidade, que atendeu no mesmo período quase 29 mil pessoas e corre o risco de fechar por falta de recursos. O presidente da Câmara, Marcelo Wadenphul, do PMDB, promete reduzir os gastos este ano.
“A gente pretende devolver em torno de R$ 2 milhões este ano. Já foram devolvidos R$ 300 mil e a gente já assinou a devolução de outros R$ 600 mil”, garante Wadenphul
Atualmente são mais de 40 CCs na Câmara. O próprio presidente não consegue lembrar, com exatidão, quantos são os assessores dele. “Se não me falha a memória, acho que são seis, eu acho. Cinco. Acho que é por aí”, diz afirma o chefe do Poder Legislativo de Triunfo.
A realidade é completamente diferente em Três Coroas, que tem uma população parecida. Lá, os nove vereadores gastaram quase 20 vezes menos que Triunfo – R$ 533.094,69. A Câmara funciona dentro do prédio da prefeitura e tem apenas três funcionários.
“Nós não temos celular pago pela Câmara, não temos assessor, não tem gabinete, não tem diária. Nós tiramos do nosso bolso, nunca é desembolsado dinheiro público para nossa despesa. Nós pagamos do nosso próprio recurso”, explica o vice-presidente da Câmara, Pedro Farencena (PT).
No Legislativo de Três Coroas, o cuidado com dinheiro público acontece nos mínimos detalhes. Até na hora de comprar uma placa de identificação para as mesas de cada vereador: depois de negociar, a Casa conseguiu reduzir o custo de R$ 300 para R$ 180. Resultado: sobra mais para investir na cidade. No ano passado, a Câmara tinha direito a gastar R$ 3 milhões. Devolveu R$ 2,5 milhões, o equivalente à metade dos investimentos da prefeitura. O dinheiro ajudou a asfaltar ruas e ainda auxiliar o hospital.
Fonte: G1
Veja a matéria em vídeo: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2017/03/camaras-de-vereadores-custam-mais-de-r-900-milhoes-no-rs-em-2016.html

JAVAFOTOS DO BAILÃO DA MELHOR IDADE, DOMINGO 26/03/17 NO CTG MINUANO EM HERVAL,.


Neste domingo passado 26/03/17 o grupo Renovação, realizou seu tradicional bailão de fim de mês em Herval , com a participação de dois ônibus de excursão (Arroio Grande e Jaguarão).
O Java chegou no final pois infelizmente esse baile começa muito cedo (16hs !!!!) quando o Java chegou 19:30 o baile  estava no auge mas na reta final, mesmo assim o Java tirou várias fotos.
Veja as Javafotos e até o próximo bailão no final do mês de abril de 2018.
Clica na foto que aumenta a tua visibilidade.
Por: Paulinho da Mídia,o Javali do Herval.