sábado, 4 de março de 2017

A HISTÓRIA DO GRENAL E A RELAÇÃO DE HERVAL COM O GRENAL.


O GreNal é sem dúvidas o maior clássico do Brasil e um dos maiores do mundo, não é muito bonito de ver, por causa da pegada e jogadas bruscas.
Em Herval como no resto do Brasil, os colorados e gremistas se mobilizam, embora infelizmente não há sedes organizadas com TV e associados como existem em algumas cidades  vizinhas, mas a flauta rola frouxa e até alguns casos de encrencas.
Em Herval existem colorados e gremistas que se destacam por a paixão e fanatismo e há aqueles que não são menos apaixonados mas são discretos e não se envolvem em frautas, também tem os torcedores ´´bi-polar`` , são de um dos times da dupla Grenal e um da dupla Brapel !!!! Não vou citar nomes dos torcedores mais conhecidos da dupla Grenal, para não esquecer de ninguém e ser injusto.

 Curiosidades do Grenal em relação a Herval.

* A CARROÇA E O CAIXÃO.
Essas brincadeiras sadias viveram seu auge no passado, provavelmente na década da 70, onde os torcedores do time que perdesse, pagavam micos e apostas para o delírio dos torcedores que ganharam, dentre as brincadeiras tinha as puxadas de carroça e o ´´velório`` do perdedor, obviamente com direito a caixão. No inicio dos anos 2000 a brincadeira da carroça voltou com força total, com a 1° sendo desafiada e arquitetada  pelo Java (Paulinho da Mídia) e sendo idealizada pelo radialista Fábio Lopes  e Santos Homero. Nessa época foram realizada três vezes com os Gremistas sendo puxados uma vez (a primeira) e os Colorados sendo puxados duas vezes. Há mais ou menos 7 anos não se faz a brincadeira da carroça.

* GRENAL, TEMA DO CARNAVAL DE HERVAL.
Em 2012 a escola de samba 100% Libório desfilou nas quatro noites  na passarela do Herval folia com o tema em homenagem ao clássico Grenal, com direito a carros alegóricos e samba enredo. Curiosamente o mentor desta homenagem detesta a dupla Grenal, (Professor Maurício Hoffmman) pois o mesmo é Aureo Cerúlio doente, apaixonado pelo time do Pelotas. A unica vez até aqui que o Java participou do carnaval de Herval, representado o Saci Pererê no lado de crianças representando o Mosqueteiro.

* O GRENAL SOLIDÁRIO.
O Grenal solidário é um evento solidário organizado aproximadamente desde 2015, por um grupo de amigos, que visa arrecadar alimentos para as famílias mais carentes da sentinela da Fronteira, geralmente perto do natal. E a cada ano mais alimentos são arrecadados em troca do ingresso que dá direito a assistir Grenais de futsal masculino e feminino, veteranos e dos craques da seleção local,  no ginásio de esportes da cidade. Depois de embaladas as cestas básicas são distribuídas.

* AS COMEMORAÇÕES DE TÍTULOS NA RUA XV DE NOVEMBRO.
As comemorações são tímidas em relação a outras cidades vizinhas, porem sempre são realizadas com carreatas, foguetórios e dependendo do título, com batucadas. Recentemente os colorados tem comemorado mais, neste ano passado com o Grêmio saindo do jejum, os gremistas voltaram a comemorar na rua principal de Herval.

GRENAIS DA TORCIDA MISTA NOS BARES DE HERVAL !!
Em Herval, muitos colorados e gremistas assistem e torcem juntos !!! Em alguns lugares públicos da cidade, destacam-se a lancheria e restaurante do Cafuncho e bar e lancheria do Braiam, recentemente também se reúnem no Bar do Fernando e dependendo da hora no bar do Evanildo. Dificilmente há hostilidades entre os torcedores, pois a cidade é pequena e todos se conhecem ou são amigos, assim se limitam a torturantes ou prazerosas frautas.




comilhas
Num final de semana, estava passando um grenal na tv. O dia estava horrivel com uma chuvarada. Duas mulheres irmas estavam vendo o jogo pela tv, e a gremista disse:- Coitado dos jogadores do gremio estao todos encharcados! E a colorada disse:- Quer que eu seque
comilhas

Com o Grenal 412 sendo realizado neste sábado 04/03/17 as 18:30min, o Java publicou a história sobre o Grenal, com suas curiosidades.

Por:Paulinho da Mídia, o Javali do Herval.


    A HISTÓRIA DO GRENAL.



Grenal é um clássico do futebol brasileiro disputado entre o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense e o Sport Club Internacional, dois clubes de Porto Alegre (Rio Grande do Sul), que já se enfrentaram 411 vezes desde o ano de 1909. Foram 154 vitórias do Internacional, 128 vitórias do Grêmio e 129 empates.
Em outubro de 2008, jornalistas nacionais e internacionais foram consultados pela revista Trivela e elegeram o Grenal como o "maior clássico do Brasil"[2], isso porque o Grenal praticamente divide ao meio todo o estado do Rio Grande do Sul. Em outros estados, o número de grandes clubes é maior. Em abril de 2016, a revista inglesa FourFourTwo classificou o clássico como o maior do Brasil e o oitavo maior do mundo.[3]
Fonte:Wikipédia.

Um jogo de futebol já mexe com as emoções de muita gente. Agora imagine uma partida que por 90 minutos divide ainda mais um estado. Nada mais contrataste no Rio Grande do Sul quando o vermelho e o azul se encontram, resultando no Grenal. Seja no antigo Eucaliptos, Baixada, Olímpico, Arena ou Beira-Rio.
A origem do nome do clássico data de 1926, quando o jornalista e gremista Ivo dos Santos Martins, cansado de escrever os nomes dos times por extenso, criou a expressão, que ganhou na visão do ex-governador gaúcho e colorado, Ildo Menegheti sua melhor definição: “Grenal é Grenal!”
O primeiro jogo entre os times aconteceu em 18 de julho de 1909 e viu a primeira surra gremista. 10 a 0. O colorado levou algum tempo para derrotar seu arquirrival pela primeira vez , apenas em 1913, no dia 31 de outubro e bateu o oponente por 4 a 1. No Grenal 89, em 30 de setembro de 1945, O Inter bateu o Grêmio por 4 a 1 e assumiu a liderança no domínio do clássico para não mais perdê-la.
Na história, ganham destaque também as partidas que marcaram a inauguração dos estádios de cada clube. Um dos mais indigestos grenais foi o da inauguração do Estádio Olímpico, quando o Tricolor foi batido por 6 a 2 em casa pelo Internacional, no dia 26 de setembro de 1954. Já o Grenal de abertura do Beira-Rio terminou sem gols e com muita pancadaria.
Também tivemos outros jogos históricos, como o da bicicleta de Paulo Nunes, o Grenal do “Cinco Muito”, em que Fabiano acabou com o jogo no Olímpico e o Grenal do gol 1000, em que Fernandão estreava no Inter e apresentou suas credenciais para se tornar um dos maiores ídolos da história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA PARTE DO BLOG, COMENTE, DÊ SUA OPINÃO.