sexta-feira, 29 de junho de 2018

JARAGUENSE ACHA ENTREGA TODOS OS DOCUMENTOS PERDIDOS DE MORADOR DE SCHROEDER.

Gerson Nielsen (A esquerda) um exemplo de honestidade e bondade 

Dia 18 de junho fui fazer a tão sonhada entrevista de emprego na WEG, saímos eu e minha esposa de Schroeder:SC em direção à Jaraguá do Sul, fiz a tal entrevista, depois de terminada fui de encontro a minha esposa que me esperava curiosa e confiante, saímos das dependências da WEG e ficamos conversando por uns 15 minutos, nisso eu coloquei a pasta contendo vários documentos importantíssimos em cima do capô do carro, na hora de entrar dentro do carro, esqueci da pasta em cima do capô e ela caiu na rua, contendo meu histórico escolar, carteira de trabalho, certidão de nascimento, carteira de identidade,certificado de bons antecedentes criminal e civil, certificado de reservista, declaração de residência que mostrava onde eu moro.
 Fomos nos dar conta da ausência da minha pasta, dois dias depois, reviramos a casa e o desespero começou a me perturbar, pois ali estava a minha vida registrada, pois estou em outro estado, sou praticamente um estranho nessa cidade.
Os dias foram passando, e nada da pasta aparecer, minha mãe e minha irmã no Rio Grande do Sul, estavam orando e com fé que esses documentos iriam aparecer, e eu com medo que nesse intervalo alguém me chamasse para um emprego e eu sem esses documentos.
 Quarta feira dia 27 de junho à noite, minha esposa estava navegando no PC e deu um grito, PAULINHO VEM CÁ RÁPIDO, eu achei que ela tivesse se machucado, caído e corri, ela me disse; ACHARAM TEUS DOCUMENTOS, a alegria e alívio foram instantâneos.
 Um anjo chamado, Gerson Nielsen, morado de Jaraguá do Sul, tinha achado na rua, levou para sua casa e no mesmo dia postou na internet, ele foi insistente, pois foi no seu terceiro compartilhamento que minha mulher viu, através de uma amiga dela e dele  em comum no facebook.
Entramos em contato com ele e na Sexta-Feira dia 29-06-18 ele veio na nossa casa, em Schroeder, e aproximadamente as 10:30min ele me entregou a pasta contendo todos os meus documentos, que iriam me dar uma baita dor de cabeça mandar faze-los, alguns tendo que entrar em contato com minha cidade a 1,200,00 km.
 Conversamos, o cara muito gentil e educado, meio religioso e trabalhador, dei-lhe uma câmera fotográfica da Sony, eu não a usava, foi o meio que achei de recompensa-lo, ainda fiquei de passar umas fotos da família dele de seu celular para um pen-drive, mas isso mais adiante, já que ele estava a trabalho naquele momento, quem sabe uma baita amizade está começando, eu que nessas três semanas de Santa Catarina, só tenho de amigos os parentes de minha esposa.
 Fizemos um vídeo (Ideia minha) mandei para O BRASIL QUE EU QUERO, da Globo, pois honestidade e bondade são duas qualidades que cada vez estão mais raras, mas sempre há ótimos exemplos como o Gerson Nielsen de Jaraguá.
Por:Paulinho Javali.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA PARTE DO BLOG, COMENTE, DÊ SUA OPINÃO.